Page title

16
nov
Aplicativo ajuda quem não tem plano de saúde
Aplicativo ajuda quem não tem plano de saúde
  • admin
  • 0 Views
  • 0 Comment
  • flavio argeu . frederico esteves . inovativa brasil . josmar dias . pagsaude . pague saúde . pegn . pequenas empresas grandes negocios . plano de saúde . rio de janeiro . são paulo . sebrae . sebraeup . startup .

saude-startup

O PagSaude foi desenvolvido com apoio do Sebrae ES, e oferece acesso a consultas e exames de maneira rápida e econômica.

 

Se a inovação é a alma do negócio, os empresários Fred Esteves, Flávio Argeu e Josmar Dias Junior mostram mais que compreender a mensagem. Eles colocam em prática. Com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Sant (Sebrae ES), os sócios criaram uma plataforma web para beneficiar quem não possui plano de saúde.

Eles criaram a PagSaude, ferramenta que fornece acesso à saúde básica, incluindo consultas e exames, todos privados e com facilidade de pagamento. “As pessoas ficam na fila do SUS esperando atendimento por meses e, dependendo do serviço, por anos. Nossa ideia é fazer com que essas mesmas pessoas recebam o atendimento necessário, de maneira rápida, segura e acessível financeiramente, com pagamento em parcelas”, explicou Esteves.

Destinado ao empregador e ao empregado, para usufruir do aplicativo é necessário se cadastrar, acessando o site www.pagsaude.com.br. Pessoas físicas e jurídicas podem obter o aplicativo. “O microempreendedor pode optar por fornecer o PagSaude ao seu funcionário ao invés do plano de saúde. A taxa mensal cobrada tem valor de R$ 4,99, e o colaborador tem direito a todos os serviços médicos necessários, dentro do limite previamente estabelecido pelo empregador. O valor do serviço utilizado é debitado no cartão de crédito do empregador. Já o funcionário paga ao final do mês, de maneira parcelada, o que possibilita que ele tenha atendimento, mesmo que não possua dinheiro no momento”, contou Fred Esteves.

A ferramenta também possibilita a inscrição de clínicas que desejam adotar a forma do pagamento PagSaude. O empreendedor explica que, dessa forma, é possível para a clínica atrair mais clientes, além da garantia de recebimento do serviço fornecido. Já para o empregador, principalmente o que ainda está no inicio do negócio, existe a vantagem de conseguir, com custo mínimo, fornecer prevenção à saúde ao funcionário. O usuário só paga pelo serviço quando utilizado.

De acordo com o empresário, o aplicativo foi desenvolvido pensando no bem estar das pessoas, além de estreitar as relações entre empregador e empregado. “Contamos desde o início com o Sebrae ES para concretizar o aplicativo. Através do apoio dos programas SebraeUp e Sebrae Mais, refinamos a ideia, o modelo de negócio e sua materialização.

Dicas preciosas de como acessar capital, ações de marketing, como inserir o produto no mercado, realizamos tudo através do Sebrae ES”, afirmou Fred Esteves.

Da Agência Sebrae de Notícias ES – 13/11/2015

http://revistapegn.globo.com/Startups/noticia/2015/11/aplicativo-ajuda-quem-nao-tem-plano-de-saude.html